DIVULGAÇÃOAs novas medidas restritivas adotadas em Hortolândia para evitar o avanço da Covid-19 entram em vigor nesta sexta-feira, 26/2. O atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais e a circulação de pessoas, no horário entre 21h e 5h, estão probidos até o dia 10 de março. Apenas hospitais, drogarias, além de casas de saúde, clínicas, laboratórios, prontos socorros e ambulatórios poderão realizar atendimentos presenciais.
Hortolândia tem 8.905 casos confirmados de Covid-19 e 243 óbitos causados pela doença, de acordo com o boletim divulgado nesta quinta-feira, 25/02. O próprio prefeito da cidade, Angelo Perugini, é um dos pacientes da doença. Perugini  segue o tratamento intensivo em leito de UTI, em um hospital na cidade de São Paulo. De acordo com boletim divulgado pela prefeitura ontem, nos últimos dias as variações no quadro continuaram restritas à estabilidade e pequenas evoluções.
Fase Amarela
No período das 5h às 21h valem as regras da fase amarela: o horário de funcionamento de todas as atividades não-essenciais será de no máximo 12 horas diárias, contínuas ou alternadas, a critério do estabelecimento, com limite de funcionamento até as 21h, exceto bares e estabelecimentos semelhantes; e cultos de qualquer natureza que devem ser encerrados até as 20h.  Hortolândia segue a orientação do Governo do Estado para a definição de restrições previstas no Plano São Paulo de Retomada Consciente.
Durante o horário da restrição de circulação, das 21h às 5h, os estabelecimentos podem oferecer os serviços por delivery (entrega). Já os serviços de “drive-thru” (retirada por veículo) e “walk-thru” (retirada presencial, a pé) estão restritos. A circulação de pessoas entre 21h e 5h só é permitida para empregados que estejam retornando do trabalho; trabalhadores dos serviços de delivery e usuários dos serviços de saúde.
O descumprimento do decreto implicará em penas previstas no artigo 112 da Lei nº 10.083, de 23 de setembro de 1998, que dispõe sobre o Código Sanitário do Estado de São Paulo, e inclui a possibilidade de multa ou advertência aos munícipes, e de interdição de estabelecimentos entre outras penalidades.
Para denunciar irregularidades
Situações de perturbação ao sossego e aglomerações podem ser denunciadas e os infratores correm o risco de ser levados à delegacia. É possível denunciá-las, a qualquer hora do dia ou da noite, todos os dias da semana, pelos telefones 153 ou 0800-111-580.
Espalhe por aí:
https://www.portalagenda7.com.br/wp-content/uploads/2021/02/LOCKDOWN-1024x1024.jpghttps://www.portalagenda7.com.br/wp-content/uploads/2021/02/LOCKDOWN-150x150.jpgRedação Agenda 7DestaquesRegiãoAs novas medidas restritivas adotadas em Hortolândia para evitar o avanço da Covid-19 entram em vigor nesta sexta-feira, 26/2. O atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais e a circulação de pessoas, no horário entre 21h e 5h, estão probidos até o dia 10 de março. Apenas hospitais, drogarias, além...Portal de notícias de Sumaré e Região de Campinas-SP