O primeiro lote da vacina da Janssen, fabricada pela farmacêutica Johnson & Johnson, chegou ao Brasil na manhã desta terça-feira, 22, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. São 1,5 milhão de doses que devem ser aplicadas em dose única.

A vacina da Janssen é o quarto tipo de imunizante utilizado no Programa Nacional de Imunizações brasileiro. O país já usa a Coronavac, AstraZeneca e Pfizer.

No total, o Brasil deverá receber 38 milhões de doses do imunizante da Janssen este ano. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina tem eficácia de 85%, 28 dias após a aplicação, que é única, na prevenção da forma mais severa da doença. Na forma moderada da Covid-19, a eficácia foi de 66%. O estudo que avaliou a eficácia e segurança do imunizante foi feito em oito países, entre eles o Brasil, com 43.783 participantes no total.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a expectativa é imunizar até setembro, com a primeira dose, a população acima de 18 anos. “Em setembro, teremos a população acima de 18 anos imunizada com a primeira dose da vacina covid-19. E é a esperança de pôr fim ao caráter pandêmico dessa doença”, ressaltou.

 

Espalhe por aí:
https://www.portalagenda7.com.br/wp-content/uploads/2021/06/jensen.jpeghttps://www.portalagenda7.com.br/wp-content/uploads/2021/06/jensen-150x150.jpegRedação Agenda 7Brasil e MundoDestaquesSaúde e Bem-estarO primeiro lote da vacina da Janssen, fabricada pela farmacêutica Johnson & Johnson, chegou ao Brasil na manhã desta terça-feira, 22, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. São 1,5 milhão de doses que devem ser aplicadas em dose única. A vacina da Janssen é o quarto tipo de imunizante...Notícias de Sumaré e Região de Campinas-SP